Monday, July 17, 2006



Marinheiro Eu Sou navegando e recordando NELSON RODRIGUES

Nelson Rodrigues



Nelson Falcão Rodrigues
dramaturgo - romacista - jornalista
Nascido em Recife em 1912
Falecido no Rio de Janeiro em 1980


Pioneiro da moderna dramaturgia brasileira, suas peças refletem com crueza a condição humana a partir de tipos extraídos da paisagem urbana, particularmente da sociedade carioca.



"O marido não deve ser o último a saber. O marido não deve saber nunca."

"Dinheiro compra tudo. Até amor verdadeiro."

"Certas esposas precisam trair para não apodrecer."

"O brasileiro é um feriado ".

"O Brasil é um elefante geográfico. Falta-lhe,porém, um rajá,isto é, um líder que o monte".

"Sou a maior velhice da América Latina. Já me confessei uma múmia, com todos os achaques das múmias".

"Toda oração é linda. Duas mãos postas são sempre tocantes,ainda que rezem pelo vampiro de Dusseldorf".

"O grande acontecimento do século foi a ascensão espantosa e fulminante do idiota"

"Na vida, o importante é fracassar"

"A Europa é uma burrice aparelhada de museus".

"Hoje, a reportagem de polícia está mais árida do que uma paisagem lunar. O repórter mente pouco, mente cada vez menos".

"Daqui a duzentos anos,os historiadores vão chamar este final de século de "a mais cínica das épocas". O cinismo escorre por toda parte,como a água das paredes infiltradas".

"Sexo é para operário".

"O socialismo ficará como um pesadelo humorístico da História".

"A pior forma de solidão é a companhia de um paulista".

"Subdesenvolvimento não se improvisa. É obra de séculos".

"As grandes convivências estão a um milímetro do tédio".

"As mulheres são tão burras, tão burras, que sempre escolhem a hora errada".

"Todo tímido é candidato a um crime sexual".

"Todas as vaias são boas, inclusive as más".

"O presidente que deixa o poder passa a ser,automaticamente,um chato"

"Não gosto de minha voz. Eu a tenho sob protesto. Há, entre mim e minha voz, uma incompatibilidade irreversível".

"Sou um suburbano. Acho que a vida é mais profunda depois da praça Saenz Peña. O único lugar onde ainda há o suicídio por amor, onde ainda se morre e se mata por amor, é na Zona Norte".

"O adulto não existe.O homem é um menino perene".

"Em futebol, o pior cego é o que só vê a bola. A mais sórdida pelada é de uma complexidade shakesperiana. Às vezes, num córner bem ou mal batido, há um toque evidentíssimo do sobrenatural".

"Nossa literatura ignora o futebol -e repito : nossos escritores não sabem cobrar um reles lateral".

"A coisa é a seguinte : escrever para mim, muito mais do que uma decisão profissional,é um destino.E screver é o meu destino ! Não é um caso de opção. Eu só tinha esta opção,uma vez que nasci assim".

"Nós, jornalistas, é que estamos mais obsoletos, mais fora de moda do que charleston, do que o tango".

"Eu não sou ninguém para dizer certas coisas, mas o bom no brasileiro é que ele, sem saber de nada, diz coisas horrendas".

"O brasileiro é um sujeito que gosta de fazer farra, é um desses que, em pleno velório, põe a mão na viúva".

"O que atrapalha o brasileiro é o próprio brasileiro. Que Brasil formidável seria o Brasil se o brasileiro gostasse do brasileiro".

"O carioca é esse sujeito fascinante só na base dos defeitos que tem".

"Diga-se de passagem que eu considero o brasileiro o maior sujeito do mundo. O europeu já está esgotado. O europeu tem na casa dele pires de mil anos. Escadas de mil anos. Tudo é velho pra burro. Já com o brasileiro é inteiramente diferente".

"É trágica a falta de imaginação da paisagem no país desenvolvido. O desenvolvimento é burro, ao passo que o subdesenvolvimento pode tentar um livre, desesperado, exclusivo projeto de vida".

"A única grã-fina do mundo é a Maria Antonieta. De então para cá nunca mais vi uma grã-fina. E muito menos uma grã-fina paulista que é gorducha, porque tem dinheiro à beça para comer".

"As entrevistas das estagiárias têm uma virtude rara: nunca saem".

"Acho chato viajar de avião, não quero voar, a não ser caso de vida ou morte. Tenho horror às viagens. A partir do Méier, começo a ter saudades do Brasil".

- O jovem tem todos os defeitos do adulto e mais um: — o da imaturidade.

- Tudo passa, menos a adúltera. Nos botecos e nos velórios, na esquina e nas farmácias, há sempre alguém falando nas senhoras que traem. O amor bem-sucedido não interessa a ninguém.

- Nós, da imprensa, somos uns criminosos do adjetivo. Com a mais eufórica das irresponsabilidades, chamamos de "ilustre", de "insigne", de "formidável", qualquer borra-botas.

- A grande vaia é mil vezes mais forte, mais poderosa, mais nobre do que a grande apoteose. Os admiradores corrompem.

- O brasileiro não está preparado para ser "o maior do mundo" em coisa nenhuma. Ser "o maior do mundo" em qualquer coisa, mesmo em cuspe à distância, implica uma grave, pesada e sufocante responsabilidade.

- Há na aeromoça a nostalgia de quem vai morrer cedo. Reparem como vê as coisas com a doçura de um último olhar.

- Ou a mulher é fria ou morde. Sem dentada não há amor possível.

- O homem não nasceu para ser grande. Um mínimo de grandeza já o desumaniza. Por exemplo: — um ministro. Não é nada, dirão. Mas o fato de ser ministro já o empalha. É como se ele tivesse algodão por dentro, e não entranhas vivas.

- Assim como há uma rua Voluntários da Pátria, podia haver uma outra que se chamasse, inversamente, rua Traidores da Pátria.

- Está se deteriorando a bondade brasileira. De quinze em quinze minutos, aumenta o desgaste da nossa delicadeza.

- O boteco é ressoante como uma concha marinha. Todas as vozes brasileiras passam por ele.

- A mais tola das virtudes é a idade. Que significa ter quinze, dezessete, dezoito ou vinte anos? Há pulhas, há imbecis, há santos, há gênios de todas as idades.

- Outro dia ouvi um pai dizer, radiante: — "Eu vi pílulas anticoncepcionais na bolsa da minha filha de doze anos!". Estava satisfeito, com o olho rútilo. Veja você que paspalhão!

- Em nosso século, o "grande homem" pode ser, ao mesmo tempo, uma boa besta.

- O artista tem que ser gênio para alguns e imbecil para outros. Se puder ser imbecil para todos, melhor ainda.

- Toda mulher bonita leva em si, como uma lesão da alma, o ressentimento. É uma ressentida contra si mesma.

- Acho a velocidade um prazer de cretinos. Ainda conservo o deleite dos bondes que não chegam nunca.

- Chegou às redações a notícia da minha morte. E os bons colegas trataram de fazer a notícia. Se é verdade o que de mim disseram os necrológios, com a generosa abundância de todos os necrológios, sou de fato um bom sujeito.

"Sem sorte, não se chupa nem um chica-bom. Você pode engasgar com o palito ou ser atropelado pela carrocinha".

"Só acredito nas pessoas que ainda se ruborizam".

O rico e o pobre são duas pessoas.O soldado protege os dois.O operário trabalha pelos três.O cidadão paga pelos quatro.O vagabundo come pelos cinco.O advogado rouba os seis.O juiz condena os sete. O médico mata os oito.O coveiro enterra os nove.O diabo leva os dez.E a mulher engana os onze.

Sunday, July 02, 2006

Marinheiro Eu Sou navegando em www.olhares.com


OLHARES.com > Workshops
Workshops

Workshop Fotografia de Moda

Alexandre Serra
Fotografia de moda
16 ou 17 de Setembro - Porto
O workshop terá a duração de um dia. Caso haja participantes suficientes será relizada um segunda edição no dia 17 de Setembro.
O limite de inscrições é de 15 participantes por sessão.Serão abordadas as seguintes temáticas:- Estúdio, luz base, medição;- Enquadramento, lentes;- Imagem, produção;- modelo, relação, avaliação...Os participantes poderão explorar várias situações de fotografia de estúdio e exterior, com o acompanhamento do formador.O Workshop contará com a presença de dois modelos, Maquilhador/Cabelo e Produtor de Moda.Preço: 150,00 €Para mais informações, contactar
apoio@olhares.com
Marinheiro Eu Sou navegando em www.olhares.com

OLHARES.com > Workshops
Workshops

Workshop Fotografia de Moda

Alexandre Serra
Fotografia de moda
16 ou 17 de Setembro - Porto
O workshop terá a duração de um dia. Caso haja participantes suficientes será relizada um segunda edição no dia 17 de Setembro.
O limite de inscrições é de 15 participantes por sessão.Serão abordadas as seguintes temáticas:- Estúdio, luz base, medição;- Enquadramento, lentes;- Imagem, produção;- modelo, relação, avaliação...Os participantes poderão explorar várias situações de fotografia de estúdio e exterior, com o acompanhamento do formador.O Workshop contará com a presença de dois modelos, Maquilhador/Cabelo e Produtor de Moda.Preço: 150,00 €Para mais informações, contactar
apoio@olhares.com


Marinheiro Eu Sou navegando em http://www.notredame.org.br/

Minha neta, ISABELLA CHRISTINA, filha de Luciane Maria , minha filha, e de James Ferreira, estuda na Escola Notre Dame Menino Jesus, de Brasília.


Educação > Formação ND

Parabéns - Escola ND Menino JesusAnos passaram e este espaço educativo foi crescendo e se transformando. Em 2006 vislumbramos uma Escola comprometida com uma educação sem fronteira, com profissionais qualificados e espaços de socialização e interação. Como Rede ND optamos por estratégias e programas de ação que nos permitem alcançar os objetivos e os desafios estabelecidos em nosso Projeto Político Pedagógico. 02/07/2006
65 anos Menino Jesus – Notre Dame!
Nossa escola Notre Dame Menino Jesus está hoje festejando 65 anos. Foi em julho de 1941 que uma simples casa de madeira foi transformada em escola. Anos passaram e este espaço educativo foi crescendo e se transformando. Em 2006 vislumbramos uma Escola comprometida com uma educação sem fronteira, com profissionais qualificados e espaços de socialização e interação. Como Rede ND optamos por estratégias e programas de ação que nos permitem alcançar os objetivos e os desafios estabelecidos em nosso Projeto Político Pedagógico.

Festejamos muitas histórias de vida, afinal são 65 anos. E, neste ano de 2006 temos especiais motivos para comemorar: os estudantes que estão conosco há tantos anos, os que chegaram há pouco tempo, os que vieram em 2006, o IV Encontro Nacional da juventude ND, todas as famílias, os profissionais que se colocam a serviço da comunidade educativa, os projetos que visam aprimoramento pedagógico, as parcerias que estabelecemos com a comunidade passo-fundense e toda a modernização dos espaços físicos projetados para este ano, a saber, o laboratório de informática, a área coberta, a nova cantina, o refeitório e o pórtico de acesso à nossa escola.

Estamos de aniversário e vamos receber mais um presente encantador, bonito, colorido, símbolo do riso, da fantasia e muito desejado, especialmente pelos pequenos estudantes da Educação infantil e Séries Iniciais. Inauguramos hoje o novo parque infantil da Escola Notre Dame Menino Jesus.
Alcemira Fávero
ECOOR ND Menino Jesus
Publicado por Carmen Dalzotto em 02/07/2006.